A beleza das coisas.

15:34

"Encontrar as bênçãos em meio as dificuldades e desafios da vida viraram minha oração diária e meu caminho de volta pra alegria. E hoje, pode se tornar o seu caminho de volta pra alegria também:
Obrigada, manhã corrida. É no meio a caça aos sapatos, na busca por livros da escola e pelas mochilas que eu passo a apreciar os sábados nos quais ninguém tem pressa. Eu vou prestar atenção e apreciar os sábados.
Obrigada, casa constantemente bagunçada. É no meio dos montes de lençóis, na pia suja de pasta de dente e das meias abandonadas embaixo do sofá que eu encontro a evidencia de uma vida bem vivida. Eu vou prestar atenção e apreciar uma vida bem vivida.
Obrigada envelhecer. É quando eu encontro outro cabelo grisalho ou outra marca de expressão em volta da boca que eu percebo o presente de mais um dia. Eu vou prestar atenção e apreciar o presente de mais um dia.
Obrigada criança geniosa. É experimentando tudo um pouco mais rápido, mais barulhento e mais arriscado que eu percebo que é necessário coragem pra ousar.  Eu vou prestar atenção e apreciar a coragem.
Obrigada criança sensível. É experimentando tudo de uma forma mais emocional e profunda e mais calada que eu encontro  beleza de um coração sensível. Eu vou prestar atenção e apreciar um coração sensível.
Obrigada pontinha de culpa. É desejando ter feito as coisas diferentes que eu aprecio  oportunidade de segundas chances. Eu vou prestar atenção e apreciar as segundas chances.
Obrigada dias difíceis. Porque é olhando diretamente na cara da tristeza, dificuldade, medo, frustração, coração quebrado e preocupação que eu aprecio o fato de que eu prossigo. Eu vou prestar atenção e apreciar o fato de que eu continuo prosseguindo.
E eu vou continuar prosseguindo.
Porque até mesmo nos dias mais difíceis, mesmo nos momentos que me desafiam ao máximo, eu posso encontrar vislumbres de beleza se eu procurar por eles.
Então hoje eu vou prestar atenção e apreciar qualquer vislumbre de beleza divino que eu venha a encontrar.
E isto me trará alegria."
(Rachel Stafford)

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe