O Poder da Escolha

15:50

Atibaia, 10 de março de 2015. 

Ouvindo "Tendo a Lua" - Paralamas do Sucesso

Semana passada, terminei de ler mais um livro de Zibia Gasparetto. O nome é "O Poder da Escolha". Gosto muito dos livros dela porque tem sempre muitos ensinamentos e reflexões, que aparecem de forma sutil. O livro fala sobre uma mulher traída que vê sua vida virar de cabeça pra baixo e que, tempos depois, enxerga que parte da culpa pela traição foi dela. Ocorre que ao conhecer o marido, ela era uma pessoa super determinada e enérgica, qualidades que o fizeram se apaixonar. Com o passar dos anos, porém, ela se tornou uma mulher submissa, esquecia dela mesma para se dedicar inteiramente ao marido. 

Há uma frase que diz: 

"Amar não é aceitar tudo. Aliás, onde tudo é aceito, desconfio que há falta de amor". 

Nunca havia pensado nela, mas é realmente inspiradora. Muitas pessoas acabam se anulando dentro de um relacionamento por achar que estão fazendo o outro feliz. O dia a dia te mostra que essa tem sido uma escolha correta? Ou você não parar para pensar a respeito? Como anda sua autoestima? Você já pensou o que seria totalmente inaceitável para sua relação a dois? Este é um ótimo exercício. 

Meu marido sempre me diz quando discutimos: "Existem algumas brigas que precisamos comprar. Mais vale um rosto vermelho por dois minutos que um sorriso amarelo pelo resto da vida." 
Eu detesto discussão. Ao longo dos anos, porém, tenho percebido o quanto ele tem razão. 

Então tem hora que não tem jeito: PRECISAMOS nos expor. Falar. "Comprar uma briga". 
E isso em qualquer relação, seja ela familiar, de amizade ou amorosa. 
Isso dá a chance de todos saberem quais são suas expectativas e de descobrirem o que te incomoda. 
Relevante ou não, se é importante pra você, FALE. 
Isto é um ato de amor. O amor próprio, o mais importante que existe. 
Já SE abraçou hoje? :)

Meu beijo, 
L. 


You Might Also Like

0 comentários

Subscribe