Inesquecível 21/09/2013

13:29

Atibaia, 14 de outubro de 2013.

Ouvindo Arnaldo Antunes. 




Como o tempo passa rápido. 
Na próxima semana já completará um mês que o dia mais especial do ano aconteceu. 
Muitos são os motivos que fazem eu amar escrever, mas existe um mais intenso: o de, posteriormente, reler e reviver em palavras todas as boas vibrações e sentimentos daquele dia. 
Foi tudo muito especial. 
No dia 20, véspera, eu e o Lu acordamos cedo e animados. 
Ficamos um pouco com as cachorrinhas e fomos com a Talita e o Rogério para a chácara para começar a arrumar as coisas. Uma, duas, três viagens para levar todas as coisas. Um ceu de brigadeiro. 
Indo pelo caminho pela primeira vez, li a mensagem emocionante do Leo e da Quel e não contive a emoção. Foi maravilhoso começar a sentir tanto carinho desde cedo! 
"Enfim chegou o grande dia! 
Bom, na verdade é amanhã, mas não terei tempo de postar! Essa mesma hora estarei terminando de me arrumar, apressando a Quel e correndo atrás do Joaquim pra pentear o cabelo; a parte mais complicada!
Voltando ao que interessa, estou FELIZ DEMAIS por estar presente no até então e talvez, dia mais importante e especial da vida daquela menininha que conheci 18 anos atrás!
Uma menina sonhadora e abastecida diariamente com o combustível mais importante que existe; o tal do amor! Amor que encanta, faz sonhar e até enjoa (rs), mas que é intenso, verdadeiro e puro!
Nunca conversamos sobre como seria esse dia, mas posso imaginar a quantidade de sentimentos e sensações que estão passando nesse instante dentro da cabeça...
E mais FELIZ ainda por ela ter escolhido um cara maravilhoso e especial, com qualidades inumeráveis!
Um cara em quem aposto todas as minhas fichas, e sei que fará da minha grande amiga uma mulher realizada! 
Talvez não seja o príncipe montado no cavalo branco, mas isso é fácil de resolver; só a gente improvisar o cavalo!!!
Desejo pra esse casal que amo toda a felicidade e alegrias do mundo!!!
Que essa data possa representar um novo marco nessa rica historia que tive o PRAZER de ver nascer, acompanhar, registar com incontáveis fotos e se tudo der certo, fazer parte até o final!!!

Amo vocês L & L" (Eu)
 

Eu e Lu almoçamos no Bar Brahma, tomamos um belo e delicioso chopp black pra relaxar e segurar as tensões. Estávamos comemorando 6 lindos anos de namoro. Ali, na hora do brinde, desejamos ainda mais proteção um ao outro, e que tudo corresse bem. 
Voltamos pra chácara. Agora, a Thaís também já tinha se juntado a nós. 
Minhas duas amigas de infância ali, comigo, tornando o meu sonho de criança real. 
Foi algo lindo de viver. Algo que ficará na minha memória pra todo sempre. 
O relógio bateu 14h. Eu e o Lu fomos buscar a Isa. 
A hora que eu a olhei, meu Deus, eu não conseguia largá-la. 
É tão bom quando a gente sente dois corações pulsando forte. É uma alegria tão grande estar com quem a gente ama. Foi um daqueles momentos raros e inesquecíveis. Mais um vivido neste dia tão especial. 
Voltei com ela e o Lu para a chácara. E ali ficamos até às 18h. 
Ajeita daqui, arruma dali. Eu senti o amor. Senti uma harmonia linda, um sentimento delicioso! Único! 




Aí saindo de lá, deixei a Isa em casa e fui fazer a minha unha. 18h30! 
Cheguei em casa 19h30, cansadérrima! Pensamos em sair com a Isa mas o cansaço bateu legal. 
Decidimos nós três então ficar em casa, pedir uma pizza e ficar tranquilos para dormir cedo. 
Umas 21h30, a Paulinha e a Flá apareceram por lá e ficamos todos nós batendo papo até umas 22h30. 
Sabe quando você está com as pessoas que fazem seu coração vibrar muito e não importa o lugar, o que estão fazendo, que QUALQUER coisa estando com essas pessoas te preenchem de forma ímpar? Então... 
E assim foi um dia e noite incríveis, com conversa em volta da mesa sobre papos despretensiosos com as melhores companhias do mundo. Tirando a minha crise de tosse absurda, tudo foi lindo! :-) 




Tive uma noite péssima por conta da tosse. Acho que foi uma grande ansiedade. 
Acordei correndo, tomamos café e o Lu deixou eu e a Isa no salão antes de ir pra casa dos pais se arrumar.
A Le começou minha maquiagem. Me deu uma crise tão, tão, tão grande de tosse que achei que eu não pararia nunca mais. Que desespero! rs... Depois de muita água e braço levantado, e muita respiração de canudinho, consegui me acalmar. E no fim, tudo deu certo. 
Meu pai chegou pra me pegar 10h45. E lá fomos nós realizar o grande sonho de nossas vidas! 
Quando cheguei na porta da igreja, vi o Lu recepcionando os convidados de dentro do carro. 
Ele lá, lindo, com o terno claro, aquele dia maravilhoso, um sol lindo do ceu. 






O relógio bateu 11h00. Meu pai olhou pra mim com os olhos marejados e disse: 
"- Filha, vamos juntos realizar seu sonho?" 
E aí, minha gente, não houve respiração que fizesse eu segurar o choro. 
Aquele choro de satisfação, de alegria, de amor, de gratidão. 
Eu nem sei explicar o tamanho e muito menos com exatidão quais foram as tantas coisas que passaram na minha cabeça naquele momento. 
Descemos do carro. Paramos na porta na igreja. Ouvi os clarins. A porta se abriu. Fascinação tocou. 
E eu olhando o meu marido ali na frente, lindo, me esperando. 
Realmente, não há preço que pague essa emoção. É única. Indescritível. 










Saindo de lá, seguimos para a chácara, onde teríamos a segunda bênção. A espírita. 
Foi a Ângela quem realizou a cerimônia. Foi tudo emocionalmente lindo. Sereno. Pacífico. 
Monikinha, Li, Talita e Thaís foram as minhas damas de honra. 
Na cerimônia, Ângela falou sobre a cumplicidade, sobre a formação de uma nova família e sobre as estações do amor, utilizando metaforicamente as quatro estações do ano. 
Achei um texto na internet para lembrar mais ou menos do que foi a lindeza daquela fala. 
O amor e as quatro estações
 
É chegada a primavera. As flores se abrem a um novo amanhecer. Tudo reflete um brilho intenso. Tímidas, as violetas nos mostram suas pequeninas flores. As margaridas já enfeitam os jardins. A rosa, que antes era botão, nos transmite um suave perfume. O que seria dos jardins se as flores fossem apenas rosas? Se não existisse a singela violeta nem as simples margaridas, o jardim das flores não teria o mesmo encanto e a primavera perderia seu brilho.
A primavera é o amor que nos enche de alegria, de paixão e entusiasmo. É o amor delicado, meigo e singelo. É o amor que a cada dia nos inspira a um novo começo.
O verão é o amor que aquece e desperta a sensualidade. É o amor que contagia e nos torna mais alegres, festivos e cheios de vida.
O outono é o amor que não morre. É o amor que transmite calma e suavidade. É o amor que aguarda a chegada de um novo amanhecer.
O inverno é o amor que busca aconchego. É o amor que quer estar junto, que busca a segurança do abraço. É o amor que se prepara para o despontar das cores e da luz do sol.
O que seria do amor se não fossem as estações? O que seria das estações se não fossem as flores, o sol, a chuva, o frio, o calor, o vento, as folhas, a neve, o tempo? O que seria de tudo isso se não fosse o amor?
Cada estação nos traz uma nova chance de amar e ser feliz.
Eliane Pinheiro








Depois, era hora de comemorar, celebrar com muita felicidade e gratidão a Deus por aquele dia sensacional, especial, reunindo pessoas amadas por nós que estavam ali, juntamente conosco, numa onda de positividade e alegria, celebrando o amor. Foi tudo muito especial. 
Passamos a retrospectiva e, no meio da festa, a Isa pegou o microfone. Disse que ela e outros amigos tinham preparado uma surpresa pra mim e para o Lu. Foi algo tão inesperado, tão lindo, tão emocionante, que só de lembrar meu coração volta a pulsar descompassadamente. Foi muita emoção para um pobre coração! 


Teve muito choro, muita alegria, muita dança, muita diversão, muitas fotos, muitos abraços, muitos beijos, muitos desejos de vida longa, muitas bênçãos, muita energia positiva! 
Hoje, minha memória e minhas palavras me ajudarão certamente a reviver cada segundo deste que foi um dos dias mais especiais de minha vida sempre que eu reler este depoimento. 
Que a gente ainda tenha muita vida pela frente pra conseguir realizar todos os nossos sonhos, acreditar que com amor tudo é possível e nos reinventar quantas e tantas vezes forem necessárias. 






Que os anjos nos guiem e protejam. 
Que a inveja não nos atinja. 
Que a gente possa levar alegria por onde passarmos. 
Que Deus esteja sempre conosco. 
Amém. 
L. 

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe