Visível aos olhos do mundo.

07:29


Se eu fosse você.
Se você fosse eu...
Pelo menos por um dia, como seria?
Eu com toda a minha alegria, rindo do nada, sem nem saber o porquê, com a necessidade de mostrar de que tudo pode estar em paz e ser solucionado, em meu mundo juvenil de mil cores...

(Mas você em mim veria que na verdade as cores não são tão vivas assim, que chega a ser um cinza pálido disfarçado, e que faço isso como o palhaço no circo que fica na tentativa de esboçar pelo menos um pouco de alegria para que não percebam o que existe realmente em meu ser...)

Eu em seu lugar agora, com toda essa timidez, essa voz mansa, concordando com tudo que dizem, com esse sorriso largo falsamente disfarçado, andando muitas vezes de cabeça baixa para que não percebam o que existe realmente por trás de olhos fumegantes.

(Mas na verdade a vontade tem é de gritar aos quatro cantos do mundo que a vida não é tão singela, que dentro existe alguém que tem a força de um guerreiro, mas que por viver oprimido prefere esconder esse lado, e só por causa disso ainda me permaneço calado!)

ADIANTA AGRADAR O MUNDO E CONTINUAR SE SENTINDO SOZINHO?

O ser humano é assim, tem medo da rejeição e prefere viver com uma espada encravada na alma, do que se libertar com medo do que a sociedade vai pensar, do quanto irão nos julgar e talvez até não nos aceitar.
Mas devemos mudar, sejamos únicos, com todos nossos defeitos e qualidades, sempre terá alguém que vai nos apoiar.
Vale à pena ficar recluso por um tempo, ponderar, e pouco a pouco tocar nessa espada que está cravada na sua alma, toca de leve, com cuidado, a dor vai ser dilacerante, vai doer, vai sangrar, mas vai cicatrizar quando você assumir o que realmente existe dentro de você.
A pessoa que chora que é carente, que ama que fica triste e outras vezes muito feliz sem ao menos saber por que, que gosta de rosa e não de azul, que prefere argumentar a aceitar sempre para não magoar.

Liberte-se, seja feliz, seja você.
Assuma o ser humano mais importante que existe no mundo...
De quem será que estou falando?
Pais, filhos, avós, amigos são importantes, mas a dádiva de estar respirando e podendo tomar um rumo na sua vida é sua!

Não é pecado ser original, ser verdadeiro, pecado é enganar a si mesmo todos os dias vivendo um personagem que não existe e que depois que você partir contarão a história de um simples coadjuvante que você inventou, e não do personagem principal da sua vida, que é você!!!
Ame-se,tenha orgulho de quem és!
Como diz no livro do Pequeno príncipe...


"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"
Cultive amor e será aceito inteiramente como és!

Seja feliz!!!



You Might Also Like

0 comentários

Subscribe