Ao meu amor.

03:59



De repente comecei a me dar conta do quanto escrever é essencial pra mim... Tempos mais tarde, quando leio e releio tudo, percebo o quanto já vivi, o quanto aprendi e o quanto é bom reviver algumas sensações. Estas que, em geral, são sempre as positivas. Nunca escondi de mim mesma e muito menos dos outros que estar bem emocionalmente é a minha prioridade. Já fui colocada à prova algumas vezes, e compreendi a máxima que diz que "são nos momentos de decisão que traçamos nosso destino". 

É bem verdade. 
A escolha é sempre nossa! 

Faço um balanço geral de minha vida e percebo que, se por um lado sofri, por outro tive que ter consciência e humildade suficiente para entender que tudo acontece realmente como a lei de ação e reação. Colhemos somente aquilo que plantamos. 

Quando mais nova, lembro-me de ser temperamental. Se as coisas não saíam como eu queria, já se tornava motivo para que eu fechasse a cara para o mundo e me isolasse. É, como diria Danni Carlos: "meu mundo está fechado para visitação" - no meu caso, estava! Mas hoje percebo que sempre existia uma causa para aquela minha reação. Sabia que os meus sentimentos não eram expressados "de graça". A cara feia, o desassossego, a impaciência, tudo isso era fruto de ações anteriores, e de repente via tudo aquilo acontecendo e ficava calada. Como se todos estivessem mesmo certos. Abaixava a cabeça e aceitava que se as coisas eram daquele jeito era porque eram pra ser mesmo. 

Quando na verdade não

Se não estamos satisfeitos não devemos esperar chegarmos ao nosso limite. É preciso expor tudo isso. Apontar nossos argumentos. Pedir por mudanças. E se estas não acontecerem, e se ainda não estivermos bem, é sinal de que a hora de "puxar os bois" chegou. Uma vez ouvi algo que mexeu demais comigo e que comprovei estar certo: "Quando o sexto sentido apontar, aja!"

Tudo nesta vida tem um propósito. Acontece na hora certa. Do jeitinho que deve ser. Às vezes queremos que as coisas aconteçam imediatamente. Não temos paciência. Queremos resoluções práticas e fáceis. Mas, me pergunto: se tudo fosse tão fácil de onde viria nosso aprendizado?? Nossa maturidade?? Não! Devemos mesmo viver tudo com a maior intensidade.

Prestar atenção aos detalhes. Ter capacidade para encontrar uma solução criativa até mesmo (e principalmente) para os nossos problemas. Viver é mesmo um eterno aprendizado. Hoje sei que existem muitas coisas que não devem ser encaradas com tanta preocupação. Sei que não devemos nunca deixar nossos amigos de lado. Sei que o amor próprio é nossa melhor garantia. Sei que quando estamos bem emanamos uma energia positiva inconfundível, que fica por onde quer que passamos.

Tive ainda mais certeza que a maior felicidade está nas coisas mais simples, na flor roubada do jardim, no aparecimento de surpresa, no telefonema de madrugada pra escutar "estou morrendo de saudades", mesmo sem nunca ter estado com a pessoa, na mensagem de 'bom dia', no e-mail apaixonado, no contato com a família, no dia ensolarado, ou no chuvoso. Nas flores, no céu, nas estrelas e na Lua. Como queria que o mundo sentisse a paz interior e a satisfação que sinto hoje.

Na felicidade que toma os meus dias, e que (graças a Deus) hoje divido com as pessoas que estão à minha volta e principalmente com meu namorado, Luiz Fernando. É ele a quem dedico a minha inspiração de hoje. Ao meu crescimento como pessoa, como ser humano. A esta troca infindável de experiências, vivências e alegrias. A quem eu escolhi para viver comigo, lado a lado, dia após dia. E é este renovado estado de alma e sentimentos celestiais que desejo ao mundo.

Para o meu amor, obrigada por tudo. Eu te amo.

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe